O que é? | Objetivos | Elaboração | Supervisão | Contato

segunda-feira, junho 20, 2005

Análise.

Leiam com atenção.
Governador inaugura penitenciária mais segura do Estado
Joinville (18/6/2005) - Aqui não vai ser apenas uma penitenciária, mas um centro de reeducação penal. Não será um espaço em que os detentos vão viver solitários e sem perspectiva de vida. É neste ambiente que a pessoa vai produzir e se profissionalizar. A declaração foi feita pelo governador Luiz Henrique da Silveira ao inaugurar a Penitenciária Industrial de Joinville, na sexta-feira (17). Em seu discurso, o governador destacou a importância da propiciar um local como este para que os detentos possam voltar à sociedade como cidadãos, recebendo da oportunidade da profissionalização, responsabilidade e, principalmente, retornando um homem honesto e pacífico ao convívio da sociedade.No evento de inauguração, estiveram presentes o secretário de Estado da Segurança Pública e Defesa do Cidadão, Ronaldo Benedet, o secretário de Estado do Desenvolvimento ? Joinville, Manoel Mendonça, o prefeito joinvilense Marco Tebaldi, deputados estaduais, além de autoridades e lideranças da região.Localizada no bairro Paranaguamirim, em Joinville, a penitenciária recebeu investimentos de R$ 7.925.212,28 provenientes do governo estadual e federal. Com uma área total de 12 mil metros quadrados, sendo sete mil metros quadrados construídos, o local possui 78 celas para abrigar 366 presos.O secretário de Estado da Segurança Pública e Defesa do Cidadão, Ronaldo Benedet ressaltou que esta nova estrutura é considerada a mais moderna do Estado, com potencial para suprir a demanda de apenados em Santa Catarina. ?Graças a descentralização do governo, temos mais uma grande estrutura para abrigar os detentos da região, desafogando a superlotação do atual presídio?, ressaltou Benedet.Os presos, além de estudar vão ter a oportunidade de trabalhar no local, pois a Secretaria de Estado da Segurança Pública e Defesa do Cidadão firmou um convênio com a empresa Resgate, de Joinville, que irá oferecer atividades de mão-de-obra. Os apenados vão receber remuneração pelo trabalho executado. ?A remuneração vai depender do que cada um produzir e o pagamento irá beneficiar as famílias dos presos?, relatou o secretário de Estado do Desenvolvimento ? Joinville, Manoel Mendonça.Secretaria de Estado de Des Reg Joinville.
Fonte:http://www.sc.gov.br/webimprensa/paginas/index.asp

Somente peço aos leitores que se perguntem sobre o seguinte:
-E o que é feito pelo governo por aquele, que não é criminoso mas vive "à margem da socidade" para que este não acabe se tornando um crimiso, tendo que ser sustentado por nós, o povo, nas outras prisões, onde os presos não trabalham e estão lá somente para exercitar a criminalidade, apodrecendo em celas superlotadas?

________________________________________


Observe!

Governo Municipal

Prefeito
Secretários
Vereadores

Governo Estadual

Governador
Secretários
Deputados

Governo Federal

Presidente
Ministros
Deputados
Senadores

Observações Anteriores

2005-05-08 2005-05-15 2005-05-22 2005-05-29 2005-06-05 2005-06-12 2005-06-19 2005-06-26 2005-07-10 2005-08-07 2005-08-21 2005-12-25 2006-05-07 2006-05-21 2006-05-28 2006-06-04 2006-06-11 2006-06-18 2006-07-16 2010-11-21 2010-11-28

Observatório do Espaço Público Político Midiático | 2006
Textos: Jornalismo I - Ielusc | Layout: Cecília Oliveira | Hospedagem: Blogger